author:
performer:
X

Posts

Nosso adeus a Nelly Martins (Nelly Biato Gnattali)

Fernando Krieger

Atriz de rádio, cinema e TV, cantora e instrumentista – diplomada na Escola de Música da UFRJ na classe de piano de Bernardino Queiroz –, a carioca Nelly Martins (nascida Nelly Biato em 10/08/1936) estava há muito afastada da vida artística, tendo se formado mais tarde em Fisioterapia e, em 1980, também em Medicina. Intérprete graciosa, era dona de voz bonita e suave, que deixou registrada em 6 discos de 78 rotações (11 fonogramas), gravados entre 1956 e 1962 – disponíveis para audição na playlist ao final deste texto –, e no disco “Encontro no sábado (Um LP para namorados)” (1959), em duo com Tito Madi. Participou ainda do LP “Rio, cidade maravilhosa” (1960), cantando, ao lado de outros intérpretes, a faixa de abertura, “Sinfonia do Rio de Janeiro” (Tom Jobim e Billy Blanco).

Nelly destacou-se também como pianista, sobretudo ao lado de Radamés Gnattali (27/01/1906–13/02/1988), compositor, arranjador e pianista gaúcho radicado no Rio de Janeiro, um dos mais importantes nomes da música brasileira. Juntos desde 1966 e casados desde 1978 – foi o segundo casamento de ambos –, Nelly e Radamés também se uniram musicalmente, tendo lançado juntos, em 1968, o LP “Piano duo”, pelo selo Ritmos/Codil, com interpretações de “clássicos populares” atemporais como “Carinhoso” (Pixinguinha e João de Barro), “Viola enluarada” (Marcos e Paulo Sérgio Valle), “Eu e a brisa” (Johnny Alf) e “Pobre menina rica” (Carlos Lyra e Vinicius de Moraes), entre outras.

O Instituto Moreira Salles, detentor de um exemplar deste LP (pertencente ao Acervo Aloysio de Alencar Pinto), havia cedido os fonogramas ao Instituto Piano Brasileiro, que acaba de colocar no YouTube esta raridade, com arranjos do maestro Radamés Gnattali executados por ele e por Nelly Martins, a grande artista que nos deixou na noite de ontem, 28 de janeiro (um dia após o aniversário de 115 anos de Radamés), aos 84 anos, no Rio de Janeiro, vítima da Covid-19. A doença havia levado no último dia 24, aos 62 anos, seu filho, o cantor e engenheiro Luiz Antônio Pereira dos Santos, fruto de seu primeiro casamento (1956 a 1959) com Luiz Carlos Pereira dos Santos.

Fica aqui nossa homenagem a essa artista plural da música e das artes do Brasil.

https://discografiabrasileira.com.br/playlists/243580/nelly-martins